A Prefeitura de Ilhabela terá que extinguir nesta quinta-feira (24) 138 cargos em comissão. A ação acontece em cumprindo de uma determinação do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, que julgou procedente a ADIN nº 2003750-49.2018.8.26, que contestava a Lei Complementar 66/2017, que criou a Reforma Administrativa.

A Prefeitura já apresentou na Câmara estudo preliminar para apreciação de um novo projeto. A nova proposta, segundo o Executivo, prevê a valorização do funcionário de carreira e exige melhor formação nos cargos de direção.

Em dezembro de 2018, em Pindamonhangaba, a Câmara de Vereadores também aprovou uma nova reforma administrativa do Poder Executivo [leia aqui]. O projeto foi apresentado após ADIN que contestava a reforma administrativa aprovada no início de 2017, no quinto dia da gestão Isael Domingues.