>>> Gislene Cardoso e Osvaldo são os votos que podem desequilibrar a disputa para um dos lados

Reunindo cinco votos até o momento, um dos decanos da Câmara de Pinda, Felipe César, é quem lidera a disputa pela presidência da Casa, segundo apurou o blog Papo Sem Censura. O adversário direto de FC tende a ser o parlamentar de segunda legislatura, Roderley Miotto, que tenta reunir os votos suficientes para assumir a cadeira principal da Mesa Diretora. O tucano teria hoje quatro votos.

Miotto chegou a pleitear a disputa da presidência no primeiro biênio, mas a decisão de Rafael Goffi em brigar pela cadeira à época segurou as negociações – Goffi acabou derrotado por 10 votos a 1, em disputa vencida por Magrão.

Para tentar novo biênio à frente da Câmara, Felipe César conta hoje com o seu próprio voto e os apoios de Jânio Lerário (histórico adversário pelo “controle” da Casa), Toninho da Farmácia (aliado), Jorge da Farmácia e Carlos de Moura Magrão (atual presidente), somando assim cinco votos. Felipe que conduziu como um maestro a eleição do biênio 2015-2016, orientando parlamentares na hora de levantar e sentar na formação das comissões, e que por diversas vezes ao longo do atual biênio 2017-2018, sentado em sua mesa e apenas por meio de gestos, acelerou o andamento de sessões, questionou procedimentos adotados e determinou rumos.

Roderley por sua vez tem o respaldo do seu próprio voto, de Renato Cebola, Ronaldo Pipas e Goffi, fechando quatro votos, já conhecido como 4 R’s.

Gislene e Osvaldo ainda estão neutros na disputa. O segundo já entregou seu voto a Felipe César na disputa do biênio 2015-2016, mas não parece disposto a repetir o mesmo movimento neste ano.