Papo, Pauta e Café_setembro

>>> Por Giovanni Romão

Audiência pública da Educação

Na sessão ordinária de 27 de agosto, após explicações do secretário de Educação Júlio do Valle quanto à resolução estadual de 2016 que prevê a organização das salas de aula e de algumas dúvidas levantadas por presentes ligados à comunidade escolar, a Comissão de Educação da Câmara optou por agendar uma audiência pública após pressão do público presente. A data agendada foi 13 de setembro. Posteriormente, alegando-se conflito de agenda do plenário, a audiência foi remarcada para o dia 20 de setembro.

Audiência pública da Educação II

Na véspera da audiência, dia 19 de setembro, a Comissão decidiu adiar mais uma vez a data atendendo a uma “solicitação” – não uma exigência – da secretaria de Educação.

Audiência Pública da Educação III

Sem data prevista para uma nova audiência, a expectativa é de que os vereadores da Comissão, Ronaldo Pipas, Renato Cebola e Gislene Cardoso, marquem nesta segunda (24) uma nova data para a audiência. Não são obrigados a marcar, mas deveria ser de bom tom com os presente no dia 27 de agosto.

Audiência Pública da Educação IV

Ao solicitar o adiamento da audiência pública, em documento datado de 18 de setembro, a secretaria de Educação alega que ainda aguarda algumas explicações quanto à resolução estadual e respostas do secretário de Educação do Estado de SP, João Cury.

Audiência Pública da Educação V

Em comentário pelo blog Papo Sem Censura na Ótima FM, comentário sobre o cancelamento da audiência pública:

Transporte público

Falando em audiência pública, no dia 26 de setembro (quarta-feira) está agendada a audiência pública para debater o tema do transporte público. Lembrando que a partir do dia 10 de outubro, o valor da passagem saltará de R$ 3,90 para R$ 4,40, um aumento de 12,8%. O contrato do transporte público de Pindamonhangaba está vencido desde 2014.

Transporte público II

O vereador Roderley Miotto, no início de 2017, contou ter andado de ônibus e observado de perto a precariedade das linhas, os problemas de superlotação e os pontos sem cobertura ou assentos. A vereadora Gislene Cardoso, por sua vez, foi uma das mais ativas no chamamento para as audiências públicas e para a conclusão do termo de referência para a nova licitação. Desde o fim do ano passado, porém, ambos mal falaram do tema e a situação do transporte público segue inalterada. Em 2018, foram apenas três requerimentos (dois de Roderley e um de Gislene) solicitando informações sobre o andamento do termo de referência. Dos demais vereadores, silêncio. Do poder Executivo, então…

Taxa de iluminação

Conforme artigo publicado no blog neste sábado (22), aqui, a nova fórmula de cobrança da CIP, a taxa de iluminação pública, segue em vigor. “Ah, mas a Câmara revogou”, diriam alguns. Sim, o Legislativo aprovou uma lei revogando a nova fórmula, o prefeito porém ainda não promulgou a lei e não se posicionou oficialmente sobre o tema. Isael ainda tem a prerrogativa de vetar. De um jeito ou de outro, até que se decrete a revogação, segue valendo a atual taxa, que chegou a absurdos 1.000% de aumento nas contas de setembro.

Taxa de iluminação

Sobre o projeto de revogação aprovado na última segunda (17), ouça o podcast do blog:

Tempos complicados

Em outubro de 2018, o blog Papo Sem Censura completa 10 anos de cobertura da política de Pinda. No período são cerca de 300 coberturas de sessões Legislativas… Nunca vi algo tão despolitizado como os tempos que vivemos.

Tempos complicados II

Vamos a exemplos concretos. Em um ano e meio: 1. Audiência pública do transporte em junho de 2017 teve 20 minutos, a prefeitura não tinham o que apresentar do termo de referência e o encontro foi encerrado; 2. A segunda audiência do transporte, marcada para outubro de 2017, foi cancelada na semana a pedido da prefeitura; 3. Audiência da saúde, convocada pela Câmara, foi reagendada três vezes e quando aconteceu, em 13 de dezembro, mais parecia uma audiência de prestação de contas, com os profissionais da secretaria falando uma hora e mostrando slides com “resultados”; 4. Audiência pública da educação marcada para o dia 13 de setembro deste ano foi adiada; e 5. Audiência pública da Educação do dia 20 de setembro novamente adiada e ainda sem nova data. 

Cultura

As inscrições para projetos do edital de “Linguagens Artísticas – PROAC Municípios FMAPC” estão abertas. O edital irá apoiar projetos culturais nos mais diversos segmentos como: teatro, dança, música, pesquisas, entre outros. O prazo de inscrição vai até o dia 14 de outubro, às 23h59, e deve ser feito pelo do site www.pindamonhanaqaba.sp.qov.br.

Cultura II

O 40º Feste – Festival Nacional de Teatro – que será realizado de 15 a 24 de novembro, está com inscrições abertas até o dia 26 de outubro. As inscrições devem ser feitas pelo site: http://www.pindamonhanagaba.sp.gov.br. Mais informações pelo telefone 3643-2690 ou 3642-1080, ou e-mail: cultura@pindamonhangaba.sp.gov.br.

Eleições 2018

Restando duas semanas para o 1º turno das eleições de 2018, os candidatos da região devem fortalecer as suas agendas de campanha nos próximos dias. O resultado das urnas no dia 7 de outubro vai determinar os rumos da política local para 2020.

Debate TV aparecida

O blog Papo Sem Censura, assim como em 2014, realizou a cobertura do debate presidencial da TV Aparecida. Vídeos ao vivo e entrevistas com os candidatos podem ser conferidos na fanpage do blog, aqui.

Trabalho novo nas ruas e nas redes

Saiu no “Noticiário Periférico” matéria sobre o mais novo trabalho do rapper Dendê, a faixa “Ainda Pulsa”, que vai integrar o EP Avante!. “A track retrata a opressão praticada pelo sistema com quem não se enquadra nos padrões impostos por ele, além disso “AINDA PULSA” traz muito Axé e ancestralidade em cada verso denunciando a intolerância contra as religiões de raiz africana”, relata o Noticiário Periférico.

Confira a faixa: