17760239_1775956556053403_2033822527867539921_n (1)
Foto: redes sociais

Dois dias após o falecimento de Natacha dentro do Pronto Socorro Municipal de Pindamonhangaba, por aparente negligência no atendimento, populares se reuniram na porta da prefeitura de Pinda, na tarde desta sexta (7), para cobrar soluções imediatas na saúde, com faixas de #luto por Natacha e críticas à Santa Casa e ao Poder Executivo, nas figuras do prefeito Isael Domingues e da secretária de Saúde, Valéria dos Santos.

mani

Na ocasião, uma escolta, formada por policiais militares e Guarda Civil, formou uma barreira na porta do prédio da prefeitura. Em uma manifestação majoritariamente formada por crianças e mulheres, chamou a atenção a presença apenas de policiais homens no que seria um reforço da segurança. Os pais da menina Natacha participaram do ato.

No início da noite de quinta (6), em sua página oficial no facebook, o prefeito se posicionou sobre o caso de Natacha. “Podem ter certeza que vamos a fundo verificar o que aconteceu. Nada vai trazer a pequena de volta, infelizmente, mas vamos apurar para que nunca mais uma situação como essa se repita. Novamente me solidarizo com a família e me coloco à disposição”, diz trecho da nota.

A prefeitura também soltou nota oficial na quinta (6): “A respeito do falecimento  da criança Natacha de Souza Ferreira, ocorrido no dia 5 de abril, a Prefeitura de Pindamonhangaba informa que está apurando o caso junto à Santa Casa de Misericórdia – instituição responsável pela administração do Pronto Socorro.

Em entrevista à TV Vanguarda, o administrador da Santa Casa, Camillo Afonso, alegou que uma sindicância interna foi aberta e espera uma resposta dentro de 20 dias.

Na Ótima FM, a mãe da Natacha, Eliandra, participou do jornal na manhã de sexta (7) e detalhou o caso; na ocasião estava presente ainda o prefeito Isael e o vereador Roderley Miotto, também presidente da Comissão de Saúde do legislativo. Confira:

Na noite de quinta (6), o blog soltou um podcast avaliando a situação, com o título: “Caso Natacha está dentro de um contexto de descaso histórico; e  conhecido”

Links abordados no podcast:

Dia 1° de fevereiro 2010:  Direto do Legislativo

28 de fevereiro de 2012: Pinda: Câmara silencia na presença do administrador da Santa Casa

25 de novembro de 2013: Pinda: Contrato com a Santa Casa é prorrogado por mais 180 dias

23 de março de 2014: Em ano eleitoral, pré-candidato Alckmin abre a torneira em Pinda

18 de maio de 2014: Análise: Audiência pública revela saúde sem rumo em Pinda

3 de junho de 2014: Pinda: Santa Casa ganha novo aditivo contratual

26 de setembro de 2014: Opinião: A previsibilidade impera

2 de fevereiro de 2017: Pinda: por unanimidade, Câmara de Pinda aprova aditivo de 9 meses com a Santa Casa