>>> Parlamentar garantiu os seis votos esperados e comandará o Legislativo pelos próximos dois anos

mesa

Não teve carta fora do baralho na noite desta segunda-feira, dia 8 de dezembro, na Câmara de Pindamonhangaba. O cenário observado pelo blog em publicação do último dia 3 manteve-se. Com seis votos, Felipe César (PMDB) garantiu a presidência da Casa legislativa para o biênio 2015-2016.

Além do voto de seu maior articulador, o atual presidente Ricardo Piorino, Felipe ainda contou com os votos de Osvaldo Negrão, Carlos Magrão, Toninho da Farmácia e Professor Eric. Além, claro, de seu próprio voto.

Candidato da “situação”, Marcos Aurélio levou os votos de Carlos Gomes “Cal”, Roderley Miotto, Martim César e Jânio Lerário. O placar final de 6 a 5 levou Felipe César de volta à cadeira de presidente da Câmara, posição que ocupou em outras duas oportunidades em sua longeva história na política da cidade.

Mesa Diretora

Ainda ocuparão a futura Mesa Diretor, os vereadores Magrão, como vice-presidente, Roderley Miotto, como 2º vice-presidente, Jânio Ardito Lerário, como 1º secretário, e Ricardo Piorino, como 2º secretário.

Comissões

Na mesma noite foram escolhidas as futuras comissões, assim constituídas:

Comissão de Justiça – Martim César, Cal e Jânio
Comissão de Finanças – Jânio, Martim e Roderley
Comissão de Obras – Magrão, Martim e Roderley
Comissão de Educação – Eric, Osvaldo e Cal
Comissão de Saúde – Cal, Roderley e Marcos Aurélio
Comissão de Controle – Janio, Eric e Magrão
Comissão de Segurança – Marcos Aurélio, Magrão e Eric

Com a palavra, o futuro presidente

Em rápida entrevista à imprensa após a eleição, Felipe César falou que será um “presidente rígido na casa” e pregou também o respeito entre os poderes legislativo, executivo e judiciário. Sobre a atuação dos vereadores para o próximo biênio, defendeu um departamento jurídico forte para ajudar os parlamentares na elaboraçãos dos projetos.

Sobre a decisão do Tribunal de Contas, que acabou culminando com a redução para o cargo de um assessor e a extinção dos cargos de diretoria, Felipe defendeu que a Casa não pode funcionar sem os seus cargos de diretoria. “Por que as outras Câmaras têm e nós não temos? Isso eu vou procurar uma resposta”, diz o presidente eleito. O blog apurou que o futuro cargo de Diretor de Comunicação, por exemplo, deverá ser ocupado por José Carlos Cataldi.

Opinião

Em breve, a opinião do blog sobre a noite desta escolha.

Anúncios