>>> Reportagem da Rádio Ótima FM traz à tona novo caso que envolve o Legislativo de Pindamonhangaba

 ?????????????????????????????

Na última segunda-feira, dia 1° de setembro, o presidente da Câmara de Pindamonhangaba, Ricardo Piorino, fez uso da tribuna durante a sessão ordinária para dar destaque a um ofício de um munícipe que solicitava explicações da Casa sobre uma denúncia correndo no Ministério Público contra o vereador Professor Eric. Em sua fala, Piorino fez um requerimento solicitando ao MP todos os documentos sobre o caso para que pudesse ser feita uma investigação interna.

Nesta segunda-feira, dia 8, a Rádio Ótima FM trouxe uma reportagem sobre o caso em seu jornal da manhã. A matéria ouviu a ex-assessora Critstiani Pereira, autora da denúncia no MP, e também a ex-assessora Daniela Bairros, que confirmou os casos denunciados. O presidente Ricardo Piorino também é entrevistado pela jornalista Aline Bernardes e falou sobre os próximos passos da Câmara.

“Nós sofremos muita pressão do vereador. Ele falava que tinha um terceiro assessor, que nunca apareceu, e nós tínhamos que passar parte desse dinheiro para que esse assessor fosse pago, só que nosso serviço só aumentava”, afirma Cristiani em sua entrevista, que disse receber em registro na época R$ 3.200,00, mas ter que repassar R$ 1.000 ao parlamentar Professor Eric. Segundo ela, o vereador “interferia” em sua vida pessoal e alega ter sido demitida mesmo tendo em mãos um atestado médico.

Também ouvida pelo jornalismo da rádio, a ex-assessora Daniela Bairros confirmou o caso. “É tudo verdade sobre essa conduta que a assessora comenta. Em um determinado tempo, ele (Professor Eric) contratou uma terceira assessora, que ficou conosco um tempo, mas ela trabalhava por fora e ele nos obrigava a pagá-la com parte do salário”, relata Daniela. “Eu não concordei com isso e sai da Câmara; e depois ele veio até me cobrar o pagamento, mas eu não concordava. Nós éramos vítimas de assédio moral por parte dele, pois trabalhávamos sob muita pressão.”

Ricardo Piorino deu mais detalhes sobre o caso que já corria dentro da Câmara. Em sua entrevista, Cristiani afirmou ter procurado o presidente do Legislativo e ter sido orientada a ir ao MP. Piorino confirma: “Fui procurado pela Cristiani e ela disse que estava passando por um problema seríssimos dentro do gabinete com o professor Eric, mas que ela tinha medo de fazer a denúncia pelo fato do vereador fazer parte da mesa diretora. Então ela disse que só falaria no Ministério Público, até por sua integridade física.” Segundo Piorino, agora são aguardados os documentos do MP para que o caso seja apreciado pela Mesa Diretora e, posteriormente, apurado. O parlamentar também solicitou os áudios gravados pela Rádio Ótima FM.

Outro lado

O blog conversou rapidamente por telefone na manhã desta segunda-feira, dia 8, com o vereador professor Eric. Ele disse que tinha conhecimento de uma denúncia que corria no Ministério Público, mas mostrou-se surpreso com tudo o que foi falado na reportagem. O parlamentar afirmou que falará mais sobre o assunto em entrevista à rádio nesta terça-feira (9).