Por Giovanni Romão

>>> Vice-prefeito eleito pelo PV, o ex-tucano está isolado dentro do partido desde que rachou definitivamente com Vito Ardito

Vereador_Dr_Isael

Dr. Isael sempre foi um político presente nas postagens do Papo Sem Censura. Desde sua postura enfática nos tempos de vereança, até a sua saída do PSDB, em 2011, e sua aliança com Vito Ardito Lerário para as eleições de 2012. E, depois de alguns meses distante desse espaço, ele volta à cena.

Depois de se arriscar à frente da Secretaria de Saúde, Isael pediu exoneração do cargo, oficializando assim seu racha com Vito – prefeito que ajudou a eleger em 2012. E um racha, bem sabido, que se arrastava desde os tempos das eleições. Foi também logo após o rompimento de Isael com Vito que o presidente do PV de Pinda, Zé Mayer, procurou o blog para afirmar que as falas do mais novo “pupilo” Verde não refletiam a visão de todos do partido.

Pois bem, Isael desembarcou do cotidiano do projeto Vito, mas o PV manteve seus quadros na administração tucana – e assim pretende seguir. Líder dos Verdes na região, Padre Afonso Lobato também não demonstra interesse em criar problemas com a governança pindamonhangabense. Eis, então, o problema de Isael.

Pré-candidato a Deputado Federal, como o mesmo se coloca, Isael terá que enfrentar um primeiro grande desafio para que sua candidatura seja viável: convencer seu próprio partido. Com Rafael Goffi ganhando força no quadro tucano para também sair a Federal, o PV deverá optar pela neutralidade, ao menos em Pinda. Não vão criar problemas para o mais novo “afilhado político” de Vito.

E o primeiro passo para Isael dobrar o PV de Pinda seria convencer Lobato de que sua candidatura é interessante para o partido. Agora mais conservador, o padre deve mesmo é optar por manter as pazes com o tucanato local.

Avante para vermos o que o futuro reserva.