Por Giovanni Romão

eric

Na última segunda-feira, dia 10, foi à pauta da Câmara uma resolução para o andamento do relatório final da CEI dos Carros, que pedia a cassação do vereador Martim César por uso indevido de carros oficiais do Legislativo. Como todos já sabem, o relatório foi levado à gaveta por 3 votos a 2. Os parlamentares Carlos Gomes Cal, Jânio Lerário e Toninho da Farmácia foram os responsáveis por arquivar o relatório.

Porém, um fato que chamou a atenção foi a ausência do parlamentar Professor Eric. Em sua rede social, o vereador postou no final da noite de segunda: “Caros Amigos, obrigado pela força. Fui surpreendido por forte dor e acordei no hospital, tomando soor. Mas graças a Deus, acabei de chegar em casa e já estou com minha família”.

Ao longo de terça-feira, o mesmo vereador deu entrevista em diversas rádios locais, reafirmando ter passado mal na segunda-feira.

No entanto, ao longo de toda tarde de segunda, Eric participou de uma reunião na diretoria de Eventos da prefeitura, onde falou, entre outros assuntos, sobre carnaval. “Ele disse que conseguiu até um trio elétrico para o carnaval de Moreira”, afirma o comerciante Fernando Barbosa, que afirma ter conversado rapidamente com Eric na prefeitura. O encontro entre Eric e o diretor Renato Cebola foi confirmado pela diretoria de Eventos ao blog “Papo Sem Censura”.

Eric pode, de fato, ter ido ao hospital no final da tarde. Mas, para quem acordou passando mal (como disse ele em seu post no facebook), aguentou uma tarde de reuniões na prefeitura, é no mínimo questionável sua ausência em uma noite importante no Legislativo.

Meu medo é o dia em que os eleitores começarem a passar mal e não abrirem mais a porta de suas casas para ouvir promessas ou optarem em não irem às urnas para contribuir com os projetos pessoais de políticos que pregam o bem coletivo. E, na hora de defender o bem coletivo, prezam pelo corporativismo das falidas instituições públicas ou optam pela omissão.