isael
Vito com Isael durante a diplomação (Foto: Tribuna do Norte)

 

Com ventilado na manhã desta segunda-feira, dia 7 de outubro, Pindamonhangaba ficará sem secretário de Saúde nos próximos dias. Depois da Audiência Pública sobre o andamento da pasta realizada na sexta-feira (5), o vice-prefeito entregou seu pedido de exoneração.

Isael confirmou ao blog, por celular, seu pedido de desligamento da pasta: “Pedi na sexta a exoneração.”

Se aceita, a saída deve ser confirmada amanhã, em publicação oficial no jornal Tribuna do Norte.

Desgaste

A relação entre o prefeito Vito Ardito Lerário (PSDB) e Isael Domingues vem desgastada desde as eleições no ano passado. No início de janeiro, após a apresentação do secretariado, Isael afirmou ao blog que Vito não teria atendido ao acordo completo feito com o PV. Na época, Edson Mergulhão foi o escolhido como secretário de Saúde, contra a vontade de Isael.

Após a saída de Mergulhão, no final de fevereiro, Isael foi levado à pasta em março. Em maio o vice já havia entregado o cargo – pedido negado por Vito. Em entrevista recente à Rádio Princesa, Vito apontou que Isael tinha 60 dias para arrumar a situação da saúde.