>>> Vereadores pintam suas caras como os pais do Poupatempo e desrespeitam nomes do passado

geraldo

Na última semana de maio o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, confirmou a instalação de uma unidade do Poupatempo em Pindamonhangaba. O anúncio aconteceu durante reunião do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Paraíba.

Criado em 1996, o Poupatempo tem sido solicitado para ser instalado na cidade há muitos anos, em uma ação que não envolve apenas vereadores, mas também profissionais de outros ramos, como empresários.

Enfim, depois da anos, a estrutura será instalada em Pinda e, aproveitando a onda da boa notícia, parlamentares recém-chegados ao Legislativo da cidade (Carlos Magrão, Professor Erick e Roderley Miotto) têm estampado suas caras em jornais como os “pais” do Poupatempo.

Assim como outros nomes do passado, eles também têm sua parcela de contribuição, mas estão longe de serem protagonistas na “conquista”. Afinal, nobres parlamentares, o que fizeram de diferente em nome do Poupatempo, tirando requerimentos e conversas de pé de ouvido? Apresentaram algum laudo técnico, que comprovou a necessidade de uma unidade em Pinda?

Nada de “especial”… Portanto, não passam de integrantes de uma orquestra. Importantes em suas funções, mas longe da condição de maestro.

Porém, em tempos em que o Legislativo pouco representa os interesses da sociedade, ser “pseudopais” do Poupatempo pode render bons frutos.

Anúncios