>>> No palco da política, o espetáculo começa após o fechar das cortinas. Por isso, o blog Papo Sem Censura foi vasculhar a coxia da cerimônia de diplomação dos vereadores e do prefeito eleito em Pindamonhangaba

O colégio João Gomes de Araújo, o Instituto, recebeu na noite de 19 de dezembro, o evento que marcou a diplomação dos 11 vereadores e do prefeito eleito em Pindamonhangaba na eleição de 2012. O blog Papo Sem Censura esteve presente e, nos bastidores, levantou os rumos que começa a tomar a política de Pinda para 2013.

Em rápida conversa, o vereador José Carlos Gomes, o Cal, afirmou que se receber convite para ser subprefeito de Moreira César irá aceitar. Quem estava presente e bastante próxima ao prefeito eleito Vito Ardito Lerário era Sandra Tutihashi, principal nome para a Secretaria de Saúde – pasta que já coordenou em outras administrações do tucano. Ainda há um impasse com o governador Geraldo Alckmin, uma vez que Sandra atua hoje no Hospital Regional, mas Vito fala com otimismo em tê-la em sua equipe de governo.

Quem também esteve presente na solenidade foi César Augusto de França, do Colégio Anglo, que como antecipou o blog nesta nota, é um dos cotados para a secretaria de Educação. Alexandre Pió, ex-vereador e ex-presidente do PSDB de Pinda, afastado do partido desde as eleições de 2008, mostrou-se amistoso quando provocado pelo blog de que seria o futuro diretor da Tribuna do Norte.

O blog também foi buscar mais informações sobre o fato noticiado na última semana de que Jânio Ardito Lerário será o presidente do primeiro biênio na Câmara dos Vereadores – leia aqui. O vereador Ricardo Piorino afirmou que não baterá de frente com Jânio, inclusive apontou que votaria no tucano como presidente, mas deixou claro que discorda de algumas decisões do irmão do prefeito. Sobre a possibilidade de ser o Secretário de Integração e Governo, Piorino deu sinais de que há proposta na mesa, mas espera ter carta branca para comandar a pasta. Caso contrário, prefere legislar…

Um vereador ouvido pelo blog, que pediu para não ser identificado, afirmou que Jânio como presidente será motivo de questionamento na cidade, “pois será irmão fiscalizando irmão”.

Também foi possível apurar que, de fato, Vito e Isael Domingues (vice-prefeito) não falam a mesma língua. Isael estaria incomodado com a demora de Vito na formação da equipe de governo.
“O Isael acha arriscado definir a equipe tão tarde e começar o governo em janeiro ainda em fase de adaptação. O ideal era ter definido tudo em novembro”, disse uma fonte ouvida pelo blog. “Outro ponto que ele questiona é não saber o espaço que o PV terá no governo.”

Vito afirmou que anunciará seu time nos dias 27 e 28 de dezembro.