O prefeito eleito Vito Ardito Lerário continua articulando a formação de seu corpo de governo para seu retorno à cadeira do poder executivo de Pindamonhangaba. Além dos fatores técnicos que leva em consideração, Vito também analisa as condições políticas de suas nomeações. E isso envolve o poder Legislativo.

Como noticiado pelo blog em 10 de outubro, o prefeito trabalha com o plano de levar Ricardo Piorino, hoje presidente da Câmara, ao posto de Secretário de Integração e Governo – cadeira ocupada por Arthur Ferreira dos Santos, que deverá seguir na administração, mas em outra pasta.

Com Piorino no poder executivo, Vito garante que o suplente Rafael Goffi, do PSDB, vá ao Legislativo. Seria a oportunidade de renovação do tucanato de Pinda, que já conta com Roderley Mioto, eleito em 7 de outubro.

Outro vereador que pode desembarcar na prefeitura é José Carlos Gomes, o Cal. Ele é um dos nomes analisados para ser o subprefeito de Moreira César, posto também reivindicado pelo vice-prefeito eleito Isael Domingues. Se Cal for ao poder executivo, outro suplente tucano, Renato Cebola, vai ao Legislativo.
Vito tem a faca e o queijo nas mãos para tonificar o PSDB. Nunca o fez em 16 anos de poder. Mas talvez agora seja a hora de pensar no futuro.