>>> Segundo apurado pelo blog Papo Sem Censura, o candidato está em São Paulo para recorrer ao TRE. Processos travam início das discussões sobre o futuro da cidade

A Justiça Eleitoral de Pindamonhangaba deu parecer favorável ao pedido do Ministério Público do município, que entrou com uma ação de impugnação da candidatura do candidato do PSDB, Vito Ardito Lerário. A decisão, baseada na Lei da Ficha Limpa, foi confirmada nesta segunda-feira, dia 30 de julho.

O processo está ligado ao fato da candidatura de Sandra Tutihashi, candidata à sucessão de Vito em 2004, ter utilizado o centro comunitário do Pasin para campanha. Então prefeito, Vito teria comparecido ao local público na condição de “cabo eleitoral”.

Segundo apurado pelo blog Papo Sem Censura, Vito já está em São Paulo, onde entrará com recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Apesar das ações judiciais serem uma realidade e um ato legítimo no processo eleitoral, os debates dos temas que realmente interessam para o futuro da cidade vão ficando em segundo plano.