>>> Paulo Sérgio Torino fecha com partido de João Ribeiro e garante de uma vez mais três legendas para sua coligação.

Apesar de ainda não ter sido publicada nenhuma nota oficial do PT local, é certo a saída do partido da coligação de apoio à candidatura de Paulo Sérgio Torino (PMDB) a prefeito.

Como antecipado pelo blog “Papo sem Censura” neste domingo, dia 3, Torino fechou com o PPS – partido que deverá indicar o vice na chapa, sendo que Myriam Alckmin é apontada como o principal nome. Fechando com o PMDB, o PPS arrasta para dentro da chapa mais dois partidos que já estavam em seu consórcio: DEM e PSB.

Alguns membros do PT local, ouvidos pelo blog na noite desta segunda-feira, mostraram-se revoltados com o acordo entre PMDB e PPS. “O Torino não teve palavra”, afirmou uma pré-candidata a vereadora do PT.


A união de PMDB e PPS já foi comentada pelo blog em outras oportunidades:


Eleição pode polarizar entre Vito e Torino


Juntos novamente


Eleição 2012: posição estratégica