Brasil boa bossa.
Bandoleiros balançam braços.
Belas batucadas benfeitas,
baraulhentos bambas brincalhões.
Bares, brindes, bacafuzada, baboseiras, boemia.
Bafo.
Brasil barbárie.
Bandido bravo bate bala.
Barracos balançam.
Babel brasiliana.
Bebês balbuciam, bastam berros baixos.
Bararé.
Batalhões; bandos bordados buscam bolados.
Brasil beleza.
Búzios brilhando belas bundas.
Bandas bronzeadas.
Bandas biquínis bordados.
Basicamente bundas “bacifórmicas”.
Brasil babilônico.
Bacharéis bacânticos brotam blindados.
Brasília barrada.
Brasileiros berram baixinho,
benfeitorias burocráticas…
Bobagem berrar.
Brasil burguês.
Bacalhau bom banquete.
Bife bem batido, boca banguela.
Burguesia burleta.
Brasil “Bachianico”.
Barroco bemol balanceado.

Brasil Babeco.
Bonecas babaquaras
botam braços basculantes barrentos.
Batem boca besteirinhas bondosas.
Beliscam beiços.
Belos bonecos.

Brasil botânico
Babosa, bromélia
Boldo, barriga boazinha

Brasil, brasileiro
Batuque!
Brinque!
Berre!