Foi ao plenário da Câmara de Vereadores de Pinda um projeto para o aumento do tempo que cada parlamentar tem direito ao utilizar a tribuna do Legislativo. De autoria do tucano Abdala Salomão, o documento sugeria o aumento de cinco para dez minutos o tempo de explanação dos homens da lei ao microfone. O projeto foi à discussão e entrou em votação na noite desta segunda-feira, dia 5, durante a sessão ordinária.

Depois de um bom tempo de um acirrado debate, a mudança foi aprovada por cinco votos favoráveis. Quatro vereadores foram contra.

Entre os parlamentares que votaram favoráveis ao projeto, esteve Marco Aurélio Villardi, do PR, que durante a discussão do projeto levantou uma questão: “Isso não pode virar palanque”. Em ano eleitoral, faz sentido a colocação do vereador.

Abdala tratou de defender sua proposta: “Mas isso aqui não deixa de ser um palanque, onde podemos defender nossas ideias”. Ah, compreendemos.

O autor da proposta defende o aumento do tempo, pois entende que alguns assuntos precisam ser mais detalhados pelos vereadores.

Uma discussão que levou bons 15 minutos – um aproximado –, até que a alteração fosse então aprovada. Resta torcer para que todos os projetos de interesse do coletivo da cidade resultem em bons tempos de debate como aconteceu ontem, marcado inclusive por discordância de membros de um mesmo partido.