Autor: Ademir Carlos Pereira (diretor de teatro)



O Rio de Janeiro…
Continua lindo ?
Prédios antigos, verdadeiros patrimônios,
despencando
As ruas sujas e mal cheirosas
Há uma desorganização generalizada
E o Rio de Janeiro…
Continua lindo ?
Por detrás daquele emaranhado
que vai do feio ao sujo
há algo de sublime
há um encanto que paira no ar
nas pessoas
no jeitão de ver a vida
no carnaval, nos blocos que vão surgindo
pelas ruas,
(como se fosse a coisa mais normal do mundo)
Da paisagem bucólica e até assustadora
um sentimento que parece ser cutucado nas entranhas
Desperta um menino
(como se ser alegre e feliz fosse ato de sobrevivência)
(como se cochichasse nos ouvidos: “Volta para a vida, criança!”)
E o Rio de Janeiro…
Sim! Sim!
O Rio de Janeiro continua 
despudoradamente
lindo, lindo, lindo…
(Será que é por isso que o mar vem lamber a cidade?)
(Será que é por isso que o pôr do sol é um poema?)
Meu Deus,
O Rio de Janeiro causa inveja
até mesmo quando dele

se fala mal.


Anúncios