Entre os dias 21 e 23 de agosto de 1981, cerca de 5 mil trabalhadores se reuniram em Praia Grande, no Litoral Norte de São Paulo, para a realização da 1ª Conclat (Conferência Nacional das Classes Trabalhadoras). O evento se tornou um marco na história do país como um movimento que buscava a redemocratização e a recomposição dos salários.

Um dos principais parsonagens daquele momento foi um líder sindical barbudo, diga-se, ainda de barbas e cabelos pretos. Em 2011, 30 anos se passaram e depois de disputar quatro eleições e ocupar por oito anos a cadeira de presidente, Lula foi colocado para assistir um documentário sobre a 1ª Conclat, feito em 1981. Lula desconhecia o documento, e, das suas reações ao ver o vídeo, nasceu um novo documentário, dirigido por Adrian Cooper: “30 anos depois, Lula relembra a 1ª Conclat”.

O documentário sai pela Tatu Filmes e pela CUT.