Seja qual for a esfera da administração pública. Melhor dizendo, seja qual for o segmento da sociedade, um dos pontos principais para o sucesso das ações é a harmonia entre todas as partes envolvidas. Quando falamos em estruturas públicas, como prefeituras, governos estaduis e governo federal, o alinhamento de informações é ainda mais relevante, pois as ações atingem diretamente a sociedade.
O Secretário de Desenvolvimento Econômico de Pinda, Álvaro Staut, esteve na Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, dia 3. A presença de Álvaro foi para atender uma convocação assinada pelo vereador Jânio Ardito Lerário, do PSDB, motivada por uma entrevista concedida pelo secretário à Rádio Difusora, em junho de 2010.
Na entrevista, Staut deixou claro que não acreditava no empreendimento Pátio Pinda Shopping, da empresa AD Shopping, que está previsto para ser construído próximo ao “novo” fórum.
Sobre a entrevista, Jânio afirmou que aquilo não era “um pronunciamento de um secretário”. Neste momento, Staut mostrou que existe uma falha bastante preocupante no poder executivo: a falta de comunicação interna e a troca de informações entre os secretários da administração.
Álvaro disse que, até o momento da entrevista, não tinha nenhuma informação sobre o shopping. Porém, na época, documentos do novo shopping já tramitavam na pasta do Planejamento. “O senhor foi deixado de lado na prefeitura. Parece que foi isso que aconteceu”, disparou Jânio.
Outro momento que mostra que o Álvaro não foi informado de todos os andamentos do shopping foi relevado pelo próprio secretário. “No dia 26 de agosto deste ano fui surpreendido pela comemoração da liberação do alvará de construção do shopping”, contou.
O tema foi reforçado pelo parlamentar José Carlos Gomes, o Cal. “Fiquei surpreso de saber que um secretário não conversa com o outro. Duas secretarias, como Planejamento e Desenvolvimento Econômica, importantes para a cidade, deveriam conversar mais. Vocês têm que falar a mesma língua.”
Neste instante, Staut não negou que exista uma falha. “Esse é um problema que temos que resolver internamente na prefeitura. Não quero discutir aqui”, afirmou.
Sobre o shopping
Durante sua fala na tribuna do Legislativo, Álvaro disse apoiar todos os empreendimentos que chegam à cidade, mas revela ter medo da construção de dois shoppings. “Corre o risco de se montar dois e acontecer que nem o cinema. Mas o dinheiro não é da cidade, mas do empresário: se quiser construir um, dois, três… Pode fazer!”
Staut comentou ainda sobre um levantamento feito, em 2010, pela empresa Gismarket, de estudos de mercado. Segundo o secretário, a pesquisa mostrou que Pinda comportaria apenas um shopping. “Como coloquei na entrevista, não cabem dois shoppings. Quem vai acabar prejudicado é a cidade. Mas, assim como está na entrevista, repito que o dinheiro não é da cidade, é do empresário.”, destacou novamente.