O “futuro-ainda-incerto” partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, sofreu a primeira baixa real nesta segunda-feira, dia 8.



O Ministério Público Federal impugnou, no Tribunal Regional Eleitoral, a criação do PSD.

Hoje, são quatro segmentos que movem ações contra o partido. Além do MP paulista, também reivindicam questões diferentes os diretórios do DEM de São Paulo e nacional e o PDT, que afirma ser o “detentor” da sigla, inclusive com CNPJ aberto.

Entre os pontos levantados pelas petições, estão: irregularidades no estatuto da legenda, falta de detalhamento na distribuição dos recursos do Fundo Partidário e suspeita de atas clonadas para fundação de diretórios municipais, entre outros pontos.

Muita água ainda vai passar por debaixo da ponte…