Hoje, dia 7 de julho, Marina Silva anunciará sua saída do Partido Verde. A manobra acontece nove meses depois do final do primeiro turno da eleição presidencial de 2010, quando a “verde” saiu como destaque, abocanhando 20 milhões de votos e forçando um segundo turno entre Dilma e Serra.

Em dois anos, essa é a segunda troca de partido de Marina, que saiu do PT em meados de 2009, filiando-se ao PV.

Apesar do trabalho de lideranças “verdes” para manter Marina, como faz Gabeira, sua saída é inveitável. Muito se dá por divergência interna com o presidente nacional da legenda, Luiz Penna.
O futuro da ex-senadora, no entanto, ainda é desconhecido.

Anúncios