A Williams confirmou nesta segunda-feira, dia 4 de junho, a retomada da parceria com a Renault. A partir do próximo mundial, até 2013, a montadora francesa será a fornecedora de motores para a equipe de Grove.

Com a saída da Cosworth, apontada como uma das responsáveis pelo desempenho limitado da equipe inglesa, o brasileiro Rubens Barrichello deve permanecer no time.

O contrato de Rubinho com a Williams termina no final deste ano e o brasileiro até negocia com outras equipes, como a própria Renault; mas Barrichello deverá reforçar seu contato com Grove após a informação de hoje.

Além de motores mais potentes, a Williams ainda está passando por um profundo processo de reformulação, com a contratação de novos engenheiros com foco no projeto de 2012.

Anúncios