Faz algum tempo que o repórter deste blog vem observando uma tendência em Pindamonhangaba, mas esperava mais “argumentos” para estar mais seguro e escrever sobre o assunto.

Em breve, uma das cidades do Vale do Paraíba que mais se desenvolveu nos últimos anos não terá mais vida noturna.

De fato, Pinda nunca foi uma cidade forte para baladas. Tirando os tempos áureos de clubes como Ferroviária e Literário, a cidade nunca foi um “cardápio” apetitoso para a curtição na noite.
Porém, o que segurou as noites da cidade nos últimos anos está caminhando para um futuro incerto – não apenas incerto, desenha-se preocupante.

Na noite deste sábado, dia 19 de fevereiro, o colunista deste blog foi há um barzinho da cidade. Apesar de novo, o local sempre teve música ao vivo e estava sempre bem frequentado. Para surpresa de todos, o local está proibido de colocar som ao vivo. Até pode colocar, mas arriscado a tomar uma multa bastante salgada.

Resultado, o bar, que nunca foi de ficar lotado, mas sempre teve suas mesas preenchidas, ficou às moscas. Assim está acontecendo com outros bares na cidade…

Sair de Pinda e bater até Taubaté, uma diferença mínima de 20 minutos, levará para uma cidade com muito mais alternativas de bares com música ao vivo.

O caminho parece o mais óbvio: Pinda vair dormir cedo; e como um anjo!

Rápidas

Balanço das ondas
Na última sessão ordinária da Câmara de Vereadores, o parlamentar Toninho da Farmácia dirigiu a palavra ao colunista deste blog para afirmar que não “balança” em suas opiniões. Recado dado!

Falando em Toninho…
O vereador reclamou de um funcionário da prefeitura, que se referiu apenas como Ditinho. Segundo Toninho, ele anda falando que o vereador não faz nada. Ficou um recado: “Se eu escutar isso mais uma vez, não faz sentido ser da base (do prefeito), faz?” Toninho ainda destacou a ausência do Secretário de Integração e Governo, Arthur Ferreira dos Santos, que, oficialmente, está de licença médica. “Foi só o Arthur se afastar que já virou isso aí. Bem ou mal ele nos atendia”… Tirando o “bem ou mal”, recado dado!

Só Unimed?
Antes do início da última sessão plenária no Legislativo, a vice-prefeita Myriam Alckmin ficou reunida mais de 40 minutos com os vereadores. Ela chegou ao prédio Legislativo às 18h, munida com uma pilha de pastas. Segundo informações oficiais, ela foi apenas tratar sobre a renovação do convênio com a Unimed e o caso do Mercado Municipal. But, vai saber, né?!

Cootepi
A vereadora Dona Geni conseguiu a aprovação do Projeto de Lei 06/2011, que declara de Utilidade Pública a “Associação Cultural Cootepi”. O objetivo da ação é permitir que a cooperativa possa receber inserções e verbas dos governos estadual e federal. No entanto, sempre bom ressaltar, não basta lei aprovada: é preciso vontade de quem administrar buscar esses recursos.

Licença médica?
Oficialmente, o Secretário de Integração e Governo, Arthur Ferreira dos Santos, está de licença médica por 15 dias. Porém, há quem diga que o afastamento foi providencial, pois o prefeito João Ribeiro estaria com a faca e o queijo na mão para assinar a exoneração do, até “segunda ordem”, braço direito do seu governo. Lá atrás, ainda em 2009, o colunista deste blog falava de um possível racha entre JR e Arthur com foco em 2012. É o lado político começando a ganhar espaço na esfera municipal. Afinal, tem pleito no ano que vem…

Rachou?
Ainda não está evidente, mas algumas atitudes mostram que o “novo grupo” de oposição que se formou na Câmara de Pinda no final de 2010, para eleger Ricardo Piorino presidente da Casa, não está tão coeso assim.

Na última sessão de Câmara, Piorino fez alguns questionamentos ao vereador Abdala Salomão, do grupo de oposição, sobre a CEI da Sejelp. No momento, Piorino utilizava a tribuna e Abdala a cadeira de presidente. Apenas contextualizando, Piorino seria o presidente da comissão, mas como foi eleito presidente do Legislativo, teve que abandonar a CEI, que ficou nas mãos de Abdala.

Ao ser perguntado por Piorino sobre uma relação de atletas que recebem verba do Fundo de Apoio, Abdala foi direto: “Se o senhor quiser buscar uma brecha (na justiça) para voltar à comissão e reassumir a presidência da CEI…”

Vix!

Anúncios