Os dois mais conhecidos institutos de pesquisa do país divulgaram neste sábado (2), véspera das eleições, o último levantamento na disputa para os governos estaduais. Em São Paulo, os números das duas pesquisas são bastante distintos, apesar de ambos apontarem para a vitória de Geraldo Alckmin (PSDB) no primeiro turno. Para ser eleito no primeiro turno, um candidato precisa ter 50% dos votos válidos mais um.

O levantamento do Datafolha é o que garante maior tranquilidade ao tucano. Segundo o instituto, Alckmin tem 55% dos votos válidos, contra 28% de Aloizio Mercadante (PT), 9% de Celso Russomano (PP) e 5% de Paulo Skaf (PSB). A pesquisa ouviu 3.248 eleitores e tem margem de erro de 2%

Ainda, segundo o instituto, o pior cenário para Alckmin seria 53% dos votos válidos – ainda assim vencendo no primeiro turno.

Enquanto o Datafolha aponta vitória tranquila do tucano, o Ibope mostra cenário mais delicado. Segundo o levantamento, Alckmin soma 51% de votos válidos, contra 33% de Mercadante, 8% de Russomano, 6% de Skaf e 2% de Feldman. Foram ouvidos 2.002 eleitores e a margem de erro é de 2%.

A soma dos adversários de Alckmin atinge o patamar 49%. No melhor cenário do Ibope para o tucano, sua soma chegaria a 53% dos votos válidos. Diferentemente do Datafolha, no pior cenário há possibilidade de segundo turno. Na margem de erro para menos, Alckmin empataria com a soma dos adversários em 49% – provocando assim um segundo turno no Estado.