Dias atrás, o presidente Lula fez brincadeiras com a campanha de José “Receitagate & Erenicegate” Serra, afirmando que o tucano mal faz comícios durante a campanha.

Depois do que aconteceu ontem, 17, em Sergipe, melhor seria não fazer mesmo.

Levado ao topo de um palco improvisado em um caminhão de som, Serra ouvia atentamente o discurso do candidato ao Senado Emanuel Castro (PPS). Ao lado do tucano estava o democrata João Alves.

Foi, então, que se deu o fuá…

Principal liderança do tucanato sergipano, Albano Franco nem fez sinal de fumaça.

A ausência de Albano poderia até passar desapercebida, não fosse Emanuel, que soltou: “[…] O seu aliado, Albano Franco, correu do palanque. A política de Sergipe, meus amigos de Itabaiana, está uma vergonha. Albano Franco vota em Dilma Rousseff. Vota em Dilma Rousseff, não vota no presidente da República do partido dele”.

Neste momento, Serra murmura algumas palavras para João Alves, que tenta conter Emanuel.

Porém, o fato já estava registrado. Quer ver a cena? No vídeo abaixo: