A campanha 2010 não começou apenas para os presidenciáveis Dilma Rousseff (PT), José Serra (PSDB) e Marina Silva (PV).

A situação já ferve também no Vale do Paraíba. Por aqui estão alguns nomes que pleiteiam cadeiras na Assembléia Legislativa e na Câmara Federal.

Em Pindamonhangaba, especificamente, são três nomes: Myriam Alckmin (PPS) e Vito Ardito Lerário (PSDB) estão no páreo – “ou não” – para Deputado Estadual. Enquanto Paulo Sérgio Torino (PSB) busca uma vaga de Deputado Federal.

No site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já é possível consultar o registro das três candidaturas. E de todas as outras, claro…

Candidato ao posto de chefe do executivo em 2008, Vito declarou ter R$ 9.434.882,23 em bens. O valor supera os R$ 8.740.934,00 registrados em 2008.

Myriam, por sua vez, declarou R$ 148.302,38. O valor é menor do que o registrado em 2008, quando foi vice na chapa do prefeito João Ribeiro: R$ 195.000,00.

Na briga por uma vaga na Câmara de Brasília, Torino declara R$ 660.000,00. Em 2008, o ex-democrata não foi candidato.

Pessoas próximas ao ex-prefeito Vito garantem que o foco do tucano está em 2012. Quer tentar novamente o Executivo.

De fato a eleição deste ano, para os três candidatos, será um bom laboratório para daqui dois anos.

Quem quiser saber mais sobre as declarações de candidatos, com todos os detalhes dos bens: http://divulgacand2010.tse.jus.br/divulgacand2010/jsp/index.jsp