Uma reclamação dos motoristas que trafegam pela Rodovia SP-62, que liga Pinda a Moreira César, é o excessivo número de placas indicativas de lombadas.

Não eletrônicas, mas as famosas tartarugas.

O problema não está na identificação, mas no fato de não existirem lombadas nos pontos indicados.

Esse é mais um daqueles filmes com final certo: não vai demorar para que alguns tenham certeza de que não existem lombadas – portanto, não irão mais frear. Outros, na dúvida, farão o contrário.

Dá pra imaginar o “rebu”?

A solução é simples: construir lombadas nos pontos indicados ou retirar as placas!