Em 2011 começará o segundo biênio do Legislativo de Pindamonhangaba.

Por isso, uma nova mesa diretora será formada para os próximos dois anos; incluindo o novo presidente da Casa.

E as articulações já começaram…

Assim como aconteceu no final de 2006, o tucano Jânio Ardito Lerário articula voltar ao posto da presidência, repetindo o biênio 2007-2008.

Três votos Jânio parece ter garantido: Abdala Salomão, Carlos Gomes (Cal) e Dr. Isael Domingues.

Como adiantado pela coluna na semana passada, este último é sondado pelo PSB e já tem uma proposta do DEM – não pública; mas a proposta caiu na mesa do parlamentar.

Dependendo do roteiro, pode acabar tornando-se um voto neutro.

Por outro lado, Jânio teria ao seu lado o atual presidente do Legislativo, vereador Martim César.

Parlamentar do DEM – base aliada do prefeito -, Martim ainda não engoliu o “lavar de mãos” da base no caso da CEI das Nomeações – que, como muito acontece no Brasil, acabou engavetada.

Sem cogitar uma possível saída do Dr. Isael do PSDB, Jânio trabalha em puxar mais um – ou dois – nome para o seu lado. Estão na mira: Ricardo Piorino (PPS) e Toninho da Farmácia (PDT) – ambos da base governista.

Dona Geni, Alexandre Faria, Dr. Jair Roma e Marco Aurélio devem votar com a base.

Basta saber quem será o nome…