E um email mostra mais detalhes da construção do artefato.

Ele está quase pronto para explodir.

Tudo dependerá de uma reunião secreta – nos próximos dias.

Caso o rei dos reis não coloque panos quentes, novidades sobre a “Lista de Schindler” prometem balançar os “bambuzais” políticos.