Leia nota abaixo publicada na edição do dia 24 de fevereiro, na coluna Painel, do Jornal da Cidade:

O vereador Isael Domingues (PSDB), assumiu a presidência da Câmara Municipal de Pindamonhangaba por alguns minutos, na sessão da última sexta-feira, dia 19 de fevereiro. Isael assumiu a mesa de trabalhos na votação sobre a denúncia apresentada pela CEI (Comissão de Especial de Inquérito), que investigou as supostas irregularidades na contratação de duas funcionárias e pediu a destituição do presidente Martin César e do vice-presidente Toninho da Farmácia. Depois de muita discussão e bate boca entre os envolvidos, a decisão ficou nas mãos do vereador Jânio Lerário, Dona Geni e Marco Aurélio, os únicos que podiam votar, por não fazerem parte da CEI e não estarem envolvidos no caso. Por dois votos contra e um a favor, a denúncia não foi acatada pelo plenário e o presidente e o vice não foram destituídos do cargo.

************************************


Observação do blog Papo Sem Censura: A expressão “o presidente e o vice não foram destituídos do cargo” passa a idéia de que estava em votação a destituição dos cargos. Errado, o que não foi aprovado foi a abertura da Comissão Processante, que daria início ao processo que resultaria, então, na votação pela destituição dos cargos.

Anúncios